Você deve estar se perguntando: o que o café expresso tem a ver com a estatística? A princípio nada! Mas vamos olhar por outro ângulo. Quero compartilhar com vocês uma experiência simples que tive hoje.

Em uma cidade, no interior de Santa Catarina, resolvi tomar um café logo após o almoço. Até hoje, não descobri se tomar café após o almoço é um vício ou uma necessidade. Mas tudo bem!

Até então tudo normal! Mas um fato me chamou a atenção. Ao fazer meu pedido na cafeteria, ocorreu uma situação inusitada ou no mínimo curiosa. Vou descrever o diálogo da conversa para você:

O Estatístico: “Boa tarde! Eu vou querer um café expresso, pequeno e ….. “

A atendente: “Puro!”

O Estatístico: “Isso mesmo, puro!”

A atendente: “Eu já sabia!”

O Estatístico: “Você já sabia? Como?”

A atendente: “Fácil! A cada 10 pessoas que vem aqui, e pedem um café expresso e pequeno, 9 são puros. Então, eu presumi que o seu também fosse!”

Detalhe importante: a maioria das pessoas que moram na região tomam café com leite. O fato é uma particularidade do local.

Sem saber, ela utilizou o raciocínio estatístico para tirar conclusões antecipadas sobre o meu pedido. Baseada nas suas experiências, em pedidos de café, ela retira informações que permitem a tomada de decisão inteligente (capacidade de analisar dados e tirar suas próprias conclusões). Curioso, não!

Você possui raciocínio estatístico? 


Material usado

Infográfico do café: http://bit.ly/2espjdD

Siga-nos nas redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/oestatistico

Twitter: https://twitter.com/oestatisticoweb

Instagram: https://www.instagram.com/oestatistico

Pinterest: https://br.pinterest.com/estatisticoblog