Não existem mais profissões acomodadas. Vão se sobressair aqueles que trouxerem algo novo ou tiverem abertura ao novo. A curiosidade é uma habilidade importante na vida, e o estatístico deve exercitá-la como ninguém. Nós dependemos dela.

O desejo de aprender e experimentar algo novo, onde você possa enxergar oportunidades de aplicações estatísticas e matemáticas deve ser um fator motivador para o exercício da sua profissão. Portanto, eleve seu nível de curiosidade o máximo que conseguir. Você só conseguirá benefícios. Não importa em que fase da carreira você está agora; se está perto de aposentar ou prestes a se formar.

Se você ainda estiver na Universidade, comece agora a exercitar essa habilidade. Desenvolva-a enquanto ainda estuda. Se estiver atuando no mercado de trabalho, não hesite na hora de fazer perguntas. O estatístico precisa da maior quantidade de informações que ele pode obter. A curiosidade é essencial para o sucesso do seu trabalho.

Foi por causa da minha curiosidade e por gostar de praticamente todas as áreas do conhecimento, que eu escolhi a profissão.

Segundo Tomas Chamorro-Premuzic no blog da Harvard Business Review, “A curiosidade é tão importante quanto a inteligência”Hoje o mundo pede pessoas que saibam falar e argumentar.

Afinal de contas, que empresa não gostaria de um profissional curioso? Aquele que traz soluções até então “impensáveis”.

Estimule a curiosidade. Ouse. Questione. Faça todo tipo de pergunta que achar pertinente. Nada é óbvio! Leia, pesquise, viaje e fale com as pessoas. Satisfaça o desejo pessoal de aprendizado e tire proveito disso. Certamente Bill Gates, Steve Jobs, Albert Einstein e Thomas Edison foram pessoas curiosas.

” A curiosidade é mais importante do que o conhecimento”  — Albert Einstein

 


Material usado

Imagem do homem no barril de luneta: http://bit.ly/2dBkcnr

Siga-nos nas redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/oestatistico

Twitter: https://twitter.com/oestatisticoweb

Instagram: https://www.instagram.com/oestatistico

Pinterest: https://br.pinterest.com/estatisticoblog