Os gráficos fazem parte do trabalho de um estatístico, e provavelmente de muitas outras profissões. Afinal de contas é por meio dos gráficos que conseguimos compreender os dados de uma forma mais fácil.

A representação visual dos dados por meio dos gráficos sintetiza todo um processo de análise de dados. É a forma mais comum e atraente para apresentar ideias, conceitos e resultados ao seu público. Nós somos seres visuais, e os gráficos são uma ferramenta poderosa na “arte de persuadir” seu cliente ou público alvo.

Mas você sabe como acontece o processo de construção de um gráfico? Que elementos utilizar e qual gráfico escolher?

O grande segredo é que os gráficos são construídos em camadas, e cada uma delas adiciona um elemento visual. Quando os elementos se juntam, acontece o que chamamos de visualização dos dados.

Mas que elementos são esses? Quantos são? Existe uma ordem para usá-los?

Se você não conhece os 7 elementos que compõem a gramática dos gráficos, eu convido você a ler os 7 itens. Provavelmente seu mindset sobre construção de gráficos vai mudar.

Dados

Essa é a 1.ª camada na construção de um gráfico. É a nossa base, nosso alicerce para o que vamos construir nas etapas seguintes. É nessa camada que decidimos quais são os dados que iremos analisar. Quais são as variáveis? Quais dados vamos analisar em conjunto?

Os dados escolhidos devem ser capazes de responder às suas perguntas. Portanto, faça as perguntas certas, pense em quais variáveis os resultados tem mais propensão a aparecer, e comece a mapear suas análises.

Estética

Nessa camada, começamos a mexer na estrutura do gráfico. É como se estivéssemos desenhando a embalagem do serviço ou produto.

É durante a “estética” que definimos a(s) escala(s) dos dados que mapeamos na 1.ª camada. Inclusive alguns dados podem ter mais de 1 escala, o que é bem comum.

Não subestime o poder das escalas, pois elas são muito importantes. Já vi profissionais muito bons tomarem decisões erradas porque fizeram uma interpretação ruim dos dados. E tudo por causa de uma escala mal definida.

Geometria

Nessa camada nós definimos a forma, o tamanho e a posição relativa do gráfico. É o nosso desenho. É nesse momento que o gráfico começa a tomar forma, e elementos como, pontos, linhas e intervalos são inseridos dentro do gráfico.

Basicamente, todos os elementos visuais que você utilizar para representar os dados, devem ser inseridos na camada “Geometria.” Isso inclui inclusive textos, como legendas.

Facets

A camada “Facets” é excelente quando você precisa visualizar muitos gráficos ou tem muita informação no gráfico. Você particiona o gráfico e divide a visualização em porções menores, lado a lado.

É muito bom para analisar dados no detalhe, e comparar gráficos com outras informações aos pares.

Camada Facets na construção de gráficos

Camada Facets na construção de gráficos

Estatística

Agora você já escolheu os dados, definiu a estética e a geometria do gráfico, e escolheu visualizar os dados aos pares. Chegou a hora de trabalhar com análise estatística dos dados, pois até o momento trabalhamos apenas com a estrutura do gráfico.

Definimos a técnica de análise dos dados, como análise de regressão ou análise de cluster, interpretamos os dados de forma gráfica, e apresentamos os resultados de forma resumida.

Coordenadas

Passamos as informações da área na qual o gráfico será construído.

Imagine que você tem que plotar dados em um mapa. Provavelmente você terá que definir as coordenadas da sua área de análise.

Temas

A última camada é o gráfico pronto. É uma visão geral da aplicação de todas as camadas na construção de um gráfico. Ele é o seu produto final que tem o objetivo de se comunicar com o seu público. Isso aumenta ou diminui o foco no seu trabalho.

Portanto, faça uma leitura rápida das suas camadas, e veja se elas se conversam. Todo o gráfico deve estar em perfeita harmonia para que consiga passar a mensagem, e não apresente informações dúbias. Isso é muito importante.

Resumo

Lembramos que todos os elementos são muito importantes, e devem receber sua devida atenção. São os seus gráficos que se comunicam com o seu público, e tem a missão de passar a mensagem correta. O gráfico final é resultado de todo um trabalho que quase ninguém vê, mas que é extremamente necessário.

A parte gráfica é importante, mas nunca se esqueça de fazer uma boa “faxina” nos seus dados, antes de dar o “brilho” que eles merecem.


Amplie seu conhecimento

Wickham, Hadley. “A Layered Grammar of Graphics”: http://bit.ly/2b1gp5j

Wilkinson, Leland. “The Grammar of Graphics (Statistics and Computing)”. Springer; 2011: http://amzn.to/2ayIykr

Material usado

Imagem das camadas para construir um gráfico: http://bit.ly/1rL4mdS

Siga-nos nas redes sociais

Facebook: https://www.facebook.com/oestatistico

Twitter: https://twitter.com/oestatisticoweb

Instagram: https://www.instagram.com/oestatistico

Pinterest: https://br.pinterest.com/estatisticoblog