Select Page

O empoderamento dos dados

O empoderamento dos dados

Empoderamento; você já ouviu falar? Essa palavra vem do verbo empoderar que se refere ao ato de dar ou conceder poder para si próprio ou para outra pessoa. Analisando superficialmente, a frase pode até soar de forma maquiavélica, mas não se deixe enganar.

Quando falamos sobre o empoderamento dos dados, pensamos em algo como atribuir domínio ou poder (gestão inteligente) sobre determinadas situações, negócios ou características específicas de certas áreas.

Na prática

Pense no mundo real. Observe o ecossistema de uma empresa. Imagine a quantidade de dados que esta empresa gera. Estime o volume de informação que seus clientes compartilham. 

Agora responda: “Você conseguiria fazer a gestão da informação sozinho?”

Considerando a minha pouca experiência, eu presumiria que a resposta seria NÃO!

Com essa resposta em mãos, você começa a planejar a fase de empoderamento dos dados. Basicamente, ele é um processo de organização, alinhamento, padronização, treinamento e compartilhamento da informação de forma equalizada.

O empoderamento deve garantir que as pessoas tenham acesso às informações de forma semelhante. Isso significa que todos na empresa devem ter acesso às mesmas ferramentas, recursos e informações, bem como o acesso aos mesmos bancos de dados. 

Se essa prática fosse adotada nas empresas, uma grande parte dos problemas, em relação a dados inconsistentes, seria resolvida. Quando você tem profissionais que trabalham com recursos variados, consomem de bancos de dados diferentes, aplicam conceitos e regras de negócios divergentes, você aumenta os seus riscos de gerar informações desconexas e cria problemas:

  • Mesma informação com valores diferentes;
  • Datasets incompletos;
  • Regras e critérios de negócios criados sem padrão;
  • Profissionais que desconhecem o seu negócio;
  • Gestores que não fazem gestão e focam na parte operacional;
  • Empresas sem visão de futuro, por não saber ao certo qual informação é a correta.

Sugestões

Minhas humildes sugestões para ajudá-lo na missão de empoderar as pessoas com dados e informação são as seguintes:

  1. Socialize dados e informações na sua empresa, para quem precisa, desde que a pessoa esteja capacitada para entender o “poder” que ela tem em mãos;
  2. Utilize os dados, as informações e a inteligência do negócio a favor da empresa;
  3. Procure apoio dos executivos da empresa, para nortear as decisões baseada em dados; conhecido no mercado como Data-Driven. É isso que separa as empresas com visão de futuro das empresas tradicionais.

Espero ter compartilhado mais um conceito e ter plantado uma “sementinha” na sua cabeça. Acredito muito que você pode e deve ter esse papel fundamental e tão importante para a perenidade da empresa.

Até a próxima!

 

Raniere Ramos


Estatístico, Blogueiro, Conselheiro do CONRE-4, aspirante a palestrante. Louco por constante aprendizado. Minha missão é promover a estatística de um jeito simples, divertido e ao alcance de todos, como você nunca viu antes.

Assine!

Comentários recentes

Instagram

Twitter

Categorias

Arquivos

Pin It on Pinterest

Shares
Share This