R: 20 Anos de um Projeto Colaborativo Internacional

A linguagem R é usada amplamente por estatísticos, pesquisadores e analistas de dados. Ela foi criada em 1993 por Ross Ihaka e Robert Gentleman, que tinham interesse por estatística computacional e na época não acharam softwares compatíveis com as suas necessidades.

Então resolveram criar um software em um ambiente totalmente fechado, e apenas em 1995, os criadores concordaram em disponibilizar o código fonte e torná-lo público.

Em 29 de fevereiro de 2000, tivemos um marco histórico: o primeiro lançamento público oficial da linguagem de programação R.  O software foi considerado com funcionalidades e estável o suficiente para a famosa versão 1.0. Neste ano, o R era atualizado a cada seis meses por cerca de 20 desenvolvedores, incluindo pesquisadores bem conhecidos no meio estatístico.

Foi a partir deste momento, que R se tornou um projeto colaborativo internacional de desenvolvimento e pesquisa mantido formalmente pela R Foundation; uma fundação sem fins lucrativos situada em Vienna, distribuído pelo CRAN e ainda sob a licença de software livre.

Logo, o R deixou de ser uma linguagem criada por dois pesquisadores da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, para ganhar o mundo e se desenvolver por meio das comunidades.

Acredite se quiser, mas meu primeiro contato com a linguagem R foi em 2002; apenas dois anos após a versão 1.0 ser lançada. Naquela época, a Universidade estava incorporando a linguagem que era vista como uma alternativa para o SAS; considerado o software estatístico mais descolado, cool, atraente, moderno e desejável do planeta (pelo menos era assim que eu pensava).

Desde o ano 2000, o crescimento do R era algo quase uniforme. A partir de 2017, algo aconteceu e a popularidade aumentou muito. Se analisarmos apenas o espelho CRAN do RStudio, podemos visualizar o número de downloads mensais de pacotes R nos últimos 7 anos.

colaborativo

Ano a ano podemos fazer os seguintes marcos de downloads:

  • Janeiro / 2013: cerca de 1,1 milhão.
  • Janeiro / 2015: 7,7 milhões.
  • Janeiro / 2017: 26,9 milhões.
  • Janeiro / 2020: mais de 128 milhões.

Vale ressaltar que esse crescimento está considerando apenas o espelho CRAN do RSudio. Isso indica que o número de downloads é muito maior, pois existem outros CRAN (*CRAN: uma rede abrangente de arquivamento do R, espelhado em vários países).

Projeto colaborativo internacional

O poder do R vem em grande parte da comunidade e do fato dele ser facilmente extensível por meio das redes de arquivamento, mais conhecidas como CRAN. São mais de 10.000 pacotes disponíveis e os números não param de crescer.

  • Entre 2000 e 2004: menos de 100 pacotes recém lançados.
  • Em 2010: mais de 400 novos pacotes.
  • Em 2014: mais de 1.000 pacotes tiveram seu primeiro lançamento.
  • Em 2017: mais de 2.000 novos pacotes foram adicionados ao CRAN.
  • Em 2018 e 2019: número total de lançamentos de CRAN foi superior a 10.000.
colaborativo

Todo esse crescimento é animador, não é?

Contei toda essa historinha para você por um bom motivo. Estamos comemorando 20 anos da versão 1.0 do R. A versão que transformou a construção da linguagem em um projeto colaborativo internacional.

Então o que podemos fazer?

Desejar vida longa ao Rei! Ops! Quero dizer ao R