Habilidades em Alta

Todo começo de ano, eu costumo fazer um balanço para entender quais são as habilidades atuais que o mercado vem exigindo e quais são as tendências. Confesso que eu não tenho conhecimento sobre pesquisas oficiais realizadas no Brasil para profissionais que trabalham com análise de dados.

Eu costumo acompanhar pesquisas americanas, como a realizada anualmente pela KDnuggets. Na 20ª pesquisa anual sobre quais foram as ferramentas mais utilizadas em 2019, mais de 1.800 participantes elegeram em média 6. Foram considerados apenas os usuários legítimos, excluindo os fornecedores. O resultado você vê no gráfico:

Mas essa é a realidade do Hemisfério Norte. As novidades demoram um pouquinho para chegar por aqui e às vezes a ordem de importância é outra. Você pode até sair estudando antecipadamente, mas a verdade é que se você trabalha no mundo corporativo, sabe muito bem que a maioria das empresas ainda não está estruturada para trabalhar com essas ferramentas e não sabe como contratar o profissional (você) com habilidades para executar.

Pois bem! Já tem seis meses que eu venho acompanhando as vagas divulgadas na nossa área e os resultados são um pouco diferentes. As ferramentas até aparecem, mas em outra ordem.

Analisei algo entre 400 e 500 vagas divulgadas no Linkedin, Vagas e Stat-Math, que estavam direcionadas para estagiários, analistas, especialistas e cientista de dados. Fiz uma análise descritiva das habilidades que as empresas mais vêm pedindo ultimamente.

Nesse momento você já deve estar curioso, aham?

Então fica com a lista ordenada, que eu fiz depois de realizar um processo de contagem simples. São habilidades exigidas atualmente e envolvem mais do que ferramentas.

  1. Linguagem SQL – Manipulação de dados em bancos de dados relacionais;
  2. Python – Bibliotecas Numpy, Scipy, Pandas (as mais exigidas);
  3. Excel – Manipulação de planilhas e criação de dashboards;
  4. Inglês – Intermediário a avançado para comunicação escrita e oral;
  5. Linguagem R – Análise estatística;
  6. SAS – Análise estatística;
  7. PowerBI – Visualização de dados;
  8. VBA – Automação de processos;
  9. Tableau – Visualização de dados;
  10. Spark – Processamento de grandes conjuntos de dados.

Eu não fiz nenhuma distinção de área. São vagas para saúde, indústria de óleo e gás, fintechs, varejo, e-commerce, bancos, educação, seguradoras, marketing e por aí vai.

Se você tivesse analisado as vagas comigo, eu acho que ficaria impressionado com a quantidade de vezes que o Excel e o inglês aparecem. São muitas.

Aproveita que está começando o ano e escolhe algo dessa lista para você aprender.

Definitivamente, eu já escolhi. Montei uma trilha de aprendizado de SQL (preciso melhorar) e criei vergonha na cara para aprender Python direito.