SQL é pra Quem?

Mais cedo ou mais tarde você vai precisar extrair dados de algum lugar. Uma das formas mais tradicionais de fazer isso é utilizando uma linguagem de consulta estruturada como o SQL (Structured Query Language).

Se você me acompanha, sabe que recentemente eu escrevi um texto sobre acesso a banco de dados, onde relato minhas experiências. Também falei sobre as habilidades que estão em alta para quem trabalha com análise de dados.

Já sabemos que o domínio da linguagem SQL é requisitado em praticamente todas as vagas onde a skill principal é a análise de dados. Então se você gosta de analisar dados e quer garantir que eles representem o que você precisa, o SQL é pra você.

Minha relação com o SQL

Por ter ficado muito tempo dependente de setores como a TI e depois ter assumido cargos de gestão, eu não precisava ter contato direto com a linguagem. Eu tinha que validar as consultas de forma lógica e garantir as regras de negócios, mas não necessariamente entender todos os códigos e trabalhar na otimização das consultas.

Na verdade, na maioria das vezes, a base de dados já chegava extraída. Tínhamos que garantir que todas as informações estavam ali e realizar as validações qualitativas e quantitativas.

Por entender que esse conhecimento é imprescindível, eu coloquei como meta aprimorar o conhecimento do SQL que aprendi na faculdade. Inclusive falei sobre isso no vídeo sobre habilidades em alta.

Trilha de aprendizado

Para aprender SQL devem existir inúmeros caminhos possíveis. Acredito que não tenha um caminho perfeito, pois isso depende muito do background do profissional.

Como eu sou assinante do LinkedIn Premium, tenho acesso a plataforma de Learning da rede social. Lá, é possível encontrar vários cursos para praticamente todo tipo de conhecimento (se você quer ter acesso a mais cursos precisa mudar o idioma para inglês).

Para começar, eu resolvi ignorar o pouco que sei e aprender desde o começo. Analisei muitos cursos de SQL na plataforma e montei uma trilha de aprendizado para mim. Não sei se é a melhor, mas é a que eu quero seguir.

Quero compartilhar essa trilha com você. Sinta-se à vontade para dar seus pitacos sobre a lista apresentada, sugerir novos caminhos, conteúdos e meios de aprender essa linguagem universal.

Segue aí minha lista na ordem que pretendo executar:

  1. Descubra o SQL
  2. SQL Essential Training
  3. Learning SQL Programming
  4. SQL: Data Reporting and Analysis
  5. Advanced NoSQL for Data Science
  6. SQL Tips, Tricks and Techniques
  7. NoSQL for SQL Professionals
  8. Presto Essentials: Data Science

No total são 17 horas de cursos e muito aprendizado pela frente. Espero dar conta do recado e fazer minhas próprias consultas.

Aprender, desaprender e reaprender de forma diferente é uma das habilidades para encarar o futuro”

raniere ramos